fbpx

Deivid Silva é o campeão do Itacaré Surf Sound Festival na Bahia

O paulista Deivid Silva conquistou o título do QS 1500 Itacaré Surf Sound Festival apresentado pela South to South e pelo Governo do Estado da Bahia na Praia da Tiririca lotada, torcendo para o baiano Marco Fernandez no domingo. Mas, Deivid pegou as melhores ondas que entraram na bateria decisiva, para faturar o prêmio máximo de 10.000 dólares, computando notas 9,60 e 8,17 no placar encerrado em 17,77 a 14,40 pontos. Essa foi a segunda vitória do guarujaense na temporada 2017 do WSL Qualifying Series e Marco Fernandez terminou como vice-campeão novamente, como na etapa realizada na Praia do Forte no ano passado, quando perdeu a final para o também baiano Bino Lopes no litoral norte do estado.

“Estou muito feliz por vencer esse evento e isso foi um motivo a mais para eu nunca desistir do meu sonho, que é entrar no CT (divisão de elite da World Surf League)”, foram as primeiras palavras de Deivid Silva, que chegou na Bahia em 34.o lugar no ranking do WSL Qualifying Series. “Eu agradeço aos meus pais, a minha esposa que está aqui e agora eu vou com tudo para as etapas que faltam, em Maresias (SP) e no Havaí, para dar o meu máximo como fiz aqui para buscar meu grande objetivo, que é entrar no CT”.

Deivid Silva competiu desde o primeiro dia em Itacaré, pois não fez a inscrição dentro do prazo e teve que entrar na primeira fase, enquanto os cabeças de chave, como Marco Fernandez, só estrearam na terceira rodada da competição. Mas, isso não o prejudicou em nada e Deivid ganhou o campeonato de ponta a ponta, ou seja, venceu a primeira e a última bateria do South to South apresenta Itacaré Surf Sound Festival, sempre fazendo grandes apresentações nas boas ondas que rolaram durante os quatro dias do evento na Praia da Tiririca. No domingo, começou o dia derrotando o peruano Alonso Correa nas quartas de final e depois passou pelo catarinense Alejo Muniz na disputa pela primeira vaga na grande final.

 

“Eu acho que esse evento me fortaleceu bastante e muito obrigado a todos pela torcida”, continuou Deivid Silva. “Esse campeonato foi incrível, deu altas ondas em todos os dias, consegui fazer boas baterias e estou muito feliz. Eu nem ia vir para cá, mas meu pai insistiu, então tive que entrar na primeira fase, mas deu tudo certo e só tenho que agradecer a Deus, minha família e a todos que torceram por mim”.

A bateria final com 35 minutos de duração começou as 13h00, com a praia lotada torcendo para o baiano Marco Fernandez. E foi ele quem pegou a primeira onda boa da bateria, que valeu nota 6,83. Deivid Silva logo achou uma direita que rendeu duas manobras para ganhar nota 5,0 e se manter na briga. O baiano entra numa esquerda fraca nota 3,0 e o paulista pegou outra direita para repetir a dose das duas manobras e tirar 5,23, passando a frente por uma pequena vantagem de 10,23 a 9,83 pontos.

Enquanto Marco Fernandez estava com a prioridade de escolha da próxima onda no outside, Deivid pegou uma esquerda que passou por ele e atacou forte para subir seu placar para 11,83 com nota 6,60. O baiano pega uma direita, faz uma manobra e troca a nota 3,0 por 4,17. Marco fica pegando umas ondas fracas e Deivid demora mais para surfar, mas escolhe outra direita boa para mandar uma série de três manobras mais explosivas de backside e arrancar nota 8,17 dos juízes, ampliando a vantagem sobre baiano de Arembepe para 7,95 pontos.

Marco então preferiu ser mais seletivo e escolheu uma direita mais longa para desferir três batidas e rasgadas que valeram nota 7,57, diminuindo a diferença para 7,21 nos 10 minutos finais. Só que Deivid acha outra direita com a parede em pé para usar a potência do seu backside com três pancadas muito fortes que os juízes deram nota 9,60, praticamente confirmando a vitória há 5 minutos do fim. Marco Fernandez não conseguiu nenhuma outra onda boa e o placar terminou em 17,77 a 14,40 pontos, com Deivid Silva ganhando o prêmio máximo de 10.000 dólares. Marco Fernandez repetiu o vice-campeonato em etapas do QS na Bahia, pois também tinha sido vice-campeão na Praia do Forte no ano passado.

RESULTADOS DO DOMINGO NO SOUTH TO SOUTH apresenta ITACARÉ SURF SOUND FESTIVAL:

Campeão: Deivid Silva (BRA) por 17,77 pontos (9,60+8,17) – US$ 10.000 e 1.500 pontos no QS

Vice-campeão: Marco Fernandez (BRA) com 14,40 pontos (7,57+6,83) – US$ 5.000 e 1.125  pontos

SEMIFINAIS – 3.o lugar com 840 pontos no QS e US$ 2.000 de prêmio:

1.a: Deivid Silva (BRA) 16.04 x 13.60 Alejo Muniz (BRA)

2.a: Marco Fernandez (BRA) 15.94 x 9.34 Krystian Kymerson (BRA)

QUARTAS DE FINAL – 5.o lugar com 630 pontos e US$ 1.000 de prêmio:

1.a: Alejo Muniz (BRA) 13.53 x 8.34 Weslley Dantas (BRA)

2.a: Deivid Silva (BRA) 16.90 x 9.60 Alonso Correa (PER)

3.a: Marco Fernandez (BRA) 15.74 x 14.26 Alex Ribeiro (BRA)

4.a: Krystian Kymerson (BRA) 12.60 x 12.50 Tales Araujo (BRA)

RANKING SUL-AMERICANO DA WSL SOUTH AMERICA – após  4.a das 5 etapas:

1.o: Thiago Camarão (BRA) – 1.720 pontos

2.o: Krystian Kymerson (BRA) – 1.310

3.o: Gabriel André (BRA) – 1.045

4.o: Alvaro Malpartida (PER) – 1.030

5.o: Jeronimo Vargas (BRA) – 1.025

6.o: Deivid Silva (BRA) – 1.000

7.o: Marcos Correa (BRA) – 960

8.o: Samuel Igo (BRA) – 935

9.o: Gustavo Ramos (BRA) – 900

10.o: Yagê Araujo (BRA) – 830

——-clique no link abaixo para acessar o ranking completo:

http://www.worldsurfleague. com/athletes/tour/mqs? regionId=8&year=2017

 

João Carvalho – WSL South America Media Manager

(48) 999-882-986 – jcarvalho@worldsurfleague.com

0