Deivid Silva confirma vaga no CT 2019

Um confronto de gerações com dois jovens brasileiros e um australiano encerrando uma brilhante carreira no Circuito Mundial, fechou o Hawaiian Pro com uma final de alto nível nas boas ondas de 4-6 pés do sábado em Haleiwa Beach. O experiente Joel Parkinson, 37 anos, e o catarinense Mateus Herdy, de 17 apenas, protagonizaram a disputa do título e o australiano fez uma bateria impecável para ganhar a primeira joia da Tríplice Coroa Havaiana. Já a grande surpresa do evento, conseguiu o segundo lugar que precisava para entrar na lista dos dez que se classificam para a elite dos top-34 da World Surf League. E o paulista Deivid Silva ficou em quarto na final, mas já havia festejado a conquista da vaga no CT 2019 nas semifinais.

Deivid chegou na decisão do título invicto, sem perder nenhuma bateria em Haleiwa Beach. Ele ficou bem perto de confirmar sua classificação para o CT quando passou para as semifinais e garantiu de vez o seu nome com mais uma vitória. O surfista do Guarujá foi a segunda novidade do Brasil a garantir vaga no Hawaiian Pro. O primeiro tinha sido o paranaense Peterson Crisanto, que voltou a ocupar a quinta posição no ranking como chegou no Havaí, pois Deivid Silva subiu do sexto para o quarto lugar onde ele estava.

“Este é um dos melhores dias da minha vida, certamente o mais importante da minha carreira”, disse Deivid Silva. “Eu batalhei muito por isso e quero agradecer todos que apoiaram, acreditaram em mim, toda minha família, amigos, patrocinadores, mas eu só procurei fazer o meu melhor nas baterias. Tentei meu melhor em cada onda e agora veio a recompensa pelo trabalho e estou muito feliz”.

RESULTADOS DO ÚLTIMO DIA DO QS 10000 HAWAIIAN PRO:

Campeão: Joel Parkinson (AUS) por 17,36 pontos (9,33+8,03) – US$ 30.000 e 10.000 pontos

Vice-campeão: Mateus Herdy (BRA) com 15,83 pontos (8,83+7,00) – US$ 15.000 e 8.000 pts

Terceiro lugar: Ricardo Christie (NZL) com 15,83 pontos (8,40+7,43) – US$ 10.000 e 6.700 pts

Quarto lugar: Deivid Silva (BRA) com 15,36 pontos (8,53+6,83) – US$ 8.000 e 6.300 pts

SEMIFINAIS – 3.o=5.o lugar (US$ 6.500 e 5.300 pts) e 4.o=7.o lugar (US$ 5.500 e 5.100 pts):

1.a: 1-Mateus Herdy (BRA)=16.73, 2-Ricardo Christie (NZL)=11.00, 3-Jessé Mendes (BRA)=10.54, 4-Seth Moniz (HAV)=9.06

2.a: 1-Deivid Silva (BRA)=15.50, 2-Joel Parkinson (AUS)=11.97, 3-Leonardo Fioravanti (ITA)=11.70, 4-Patrick Gudauskas (EUA)=10.00

QUARTAS DE FINAL – 3.o=9.o lugar (US$ 4.500 e 3.800 pts) e 4.o=13.o lugar (US$ 4.000 e 3.600 pts):

1.a: 1-Seth Moniz (HAV)=14.70, 2-Jessé Mendes (BRA)=12.70, 3-Miguel Pupo (BRA)=12.10, 4-Bino Lopes (BRA)=10.17

2.a: 1-Mateus Herdy (BRA)=14.76, 2-Ricardo Christie (NZL)=14.17, 3-Filipe Toledo (BRA)=11.57, 4-Kanoa Igarashi (JPN)=9.37

3.a: 1-Deivid Silva (BRA)=14,10, 2-Leonardo Fioravanti (ITA)=13.26, 3-Soli Bailey (AUS)=8.87, 4-Jordy Smith (AFR)=6.44

4.a: 1-Patrick Gudauskas (EUA)=12.77, 2-Joel Parkinson (AUS)=11.30, 3-Jack Robinson (AUS)=7.87, 4-Jake Marshall (EUA)=5.23

G-10 DO WSL QUALIFYING SERIES – após 63 etapas em 23 países:

1.o: Kanoa Igarashi (JPN) – 24.750 pontos é top-22 do CT

2.o: Seth Moniz (HAV) – 22.200 confirmado no CT 2019

3.o: Ryan Callinan (AUS) – 20.460 confirmado no CT 2019

4.o: Deivid Silva (BRA) – 19.860 confirmado no CT 2019

5.o: Peterson Crisanto (BRA) – 19.350 confirmado no CT 2019

6.o: Griffin Colapinto (EUA) – 19.050 é top-22 do CT

7.o: Ricardo Christie (NZL) – 17.700

8.o: Leonardo Fioravanti (ITA) – 16.600

9.o: Jadson André (BRA) – 14.160

10: Ethan Ewing (AUS) – 14.030

11: Jorgann Couzinet (FRA) – 13.660

12: Mateus Herdy (BRA) – 12.960

0