Carrinho - (0) Item

Nenhum produto no carrinho.

Pena Store

Article image

Hawaii sem crowd

Basta estar no lugar certo e na hora certa.

diversos 373 Dias atrás

Todo mundo sabe que o Hawaii é o destino mais procurado entre os surfistas. Com a popularização do surf, a ilha também se torna alvo dos espectadores que querem acompanhar as finais do circuito mundial, que acontecem todos os anos na ilha de Oahu. Além disso, profissionais de diversas partes do mundo também vão ao Hawaii para treinar e se atualizar sobre os equipamentos.

Assim, uma trip que busca diversão pode facilmente se tornar um pesadelo se você escolher o lugar e a hora errada para remar com o seu SUP. Se o mês escolhido então for Dezembro, se prepare para enfrentar um line-up lotado e sedento pelo início da temporada.

Porém para tudo na vida existe uma solução: Basta estar no lugar certo e na hora certa, que ondas virão para você.

Recebemos o convite da Kazuma Brasil para participar de um photoshooting em setembro do ano passado, mas as confirmações da viagem só saíram em dezembro. O Brasil com Mineiro na liderança, Jaws fervendo para o primeiro evento do Big Wave World Tour, a época do ano, e o fato de ter acabado de virar pai me deixaram quase com uma úlçera antes da viagem. Sem falar do fato de ser Hawaii, preparação física, pranchas, grana pro excesso e todas essas preocupações de quem faz surf trip.

Mas sabendo que a rapadura é doçe mas não é mole, continuamos na missão e cumprimos com todas as obrigações pré-viagens e embarcamos rumo ao paraíso em pleno início de Dezembro para voltar no dia 24, no meio do Natal!

Uma coisa iria mudar completamente o rumo da nossa viagem; a Ilha que iríamos ficar. Maui, é a segunda maior ilha do Hawaii e muito mais pacata que a ilha de Oahu. O relevo é todo por influência do vulcão Haleakala ( vale a pena ir conhecer ), a ilha também possui cachoeiras e lugares mágicos. O surf também acontece no north Shore e no lado West. O South shore quebra no verão, com excelentes ondas de boa qualidade.

Maui tem uma vibe mais tranquila, mas também se espera ainda mais respeito. Aqui também é paraíso de outros esportes como Windsurf e Kitesurf, por isso as regras de compartilhamento do mar são mais rigorosas e funcionam. Existe espaço para todo mundo se divertir e os locais da região são o maior exemplo disso.

Tudo acontece em Hookipa

Hookipa é uma baía onde se localizam a maioria dos picos de Maui. Tem um amplo estacionamento, chuveiro e uma torre de salva vidas. É o destino mais conhecido do mundo do Windsurf Wave e vários profissionais residem nessa área. Maui é uma ilha que venta muito então esteja pronto para acordar na madrugada se quiser pegar as melhores condições.


Em Hookipa, o Surf tem a prioridade, por isso saiba chegar. A melhor opção é entrar pelo canal do canto esquerdo e remar para Lains, um pico de esquerdas que fica ao lado de Hookipa. Em dias de vento esse pico vai estar lotado de kitesurfistas por isso a importância de cair cedo e nos dias sem vento. Foi nesse pico que pegamos as melhores ondas, no dia que o mar subiu pra 10 pés. Era também o dia do Photoshooting pra Kazuma que estávamos participando. O mar grande e a responsabilidade de fazer um bom material nos encheu de adrenalina. Acordamos na madruga e chegamos cedo no pico, o fotógrafo já estava posicionado. A entrada foi um pouco tensa porque em dias grandes o canal fecha, e tomamos algumas séries bem próximos das pedras... Tem que ter sangue frio pra mergulhar e segurar a cordinha enquanto se aguarda o momento certo de entrar.

Quando chegamos no pico, estava apenas o Connon Baxter e outro local pegando ondas incríveis e paredes azuis. Depois de respirar e sintoinizar com a frequência da série, foi só aproveitar pra surfar altas ondas no Hawaii com apenas 4 cabeças na água.

Sabendo chegar, o SUP é sempre bem-vindo mas alguns picos, como o canto direito de Hookipa, são exclusivos para surfistas.

Depois de alguns dias na área, surfamos também na direita de Hookipa, não muito perto dos surfistas, sempre pegando as da série mais de fora e remando deitado no meio do crowd. As vezes até escondia o remo de lado, pra parecer que tava de funboard e passar batido.

No lado Oeste da ilha se localiza o famoso pico de Honolua Bay, mas esse fim possui placa de proibido SUP e por isso preferimos não arriscar.

No sul da ilha também existem vários picos que quebram no verão, então vale a pena também uma trip em Julho pra o Hawaii, que é o verão por lá.

Ainda no North Shore, antes de Hookipa, existe também o pico de Mamas, que possui uma esquerda cheia e fácil para Stand Up. Não surfamos essa onda, mas nos dias grandes ela se torna uma boa opção pra quem não quiser encarar as morras.

Na verdade Maui não tem tantas opções como Oahu mas a vibe é mais leve e você pode curtir bons dias em Lains surfando apenas você e seus amigos. O pico varia com as ondulações e quando está menor tem esquerdas e direitas.

Foi uma trip dos sonhos e a oportunidade de trabalhar como rider um photoshooting no Hawaii foi de grande aprendizado, vendo que nos EUA isso tudo é levado muito a sério pois tudo tinha hora e meta pra cumprir. Além de passar mais uma temporada havaiana e aprender a lidar com situações extremas no esporte.

Se você pensa em conhecer o Hawaii, considere Maui como uma boa opção pra fugir do crowd e aproveiar ainda mais desse paraíso. Não esqueça de conhecer os restaurantes da histórica cidade de Paia Town onde se pode comer bons pratos típicos da região.

Aloha e boas ondas!

Comente

Leia também

Gustavo Foerster faz pódio na Bahia

leia mais

24.03.2016

Ver mais

Gustavo Foerster faz pódio na Bahia

Gustavo Foerster foi finalista no Tablas Surf Pro, válido pela primeira etapa do Circuito Baiano de Surf Profissional. O evento, que aconteceu na...
Relatos de um pai surfista

leia mais

17.03.2016

Ver mais

Relatos de um pai surfista

Você que sempre estava acustumado a pegar altas ondas, depois correr pros braços da sua gata, curtir com ela na praia, comer um açaí, almoçar e d...

Continue conectado